quarta-feira, 7 de outubro de 2009

des-graça

uma tarde assistindo esse filme, que em português tem o belo título "tentação". em seguida, sem nenhuma relação inicial, leitura de freud, o mal estar na civilização. conclusão: não há limites para a desgraça humana. já falei sobre isso: contradição+constrangimento=condição humana. acho que vou transformar este blog em um diário virtual, como o de bilhões de adolescentes que escrevem em péssimo português, as mesmas baboseiras. aí eu posso acreditar que o fresno é realmente a melhor banda do brasil... de todos os tempos, porque não?, ou do mundo e em todos os tempos, por que não? e parar com a mania de achar que há alguma coisa muito estranha acontecendo...forças muito estranhas levando o mundo para um estado deprimente. não que o mundo esteja em degradação, não que já tenha sido melhor: mas apenas ruim de um jeito diferente. ruim de forma instituída e sistematizada.
caso você seja privilegiado a ponto de não saber o que é o fresno, compartilho com você esse desprazer enorme:
exato, são esses belos tipos. é uma banda que ganhou recentemente alguns prêmios apesar de tudo. o pior que ao passar diante das várias escolas da cidade, vejo que seres humanos com idades entre 10 e 18 anos (do sexo masculino), tem isso como modelo de visual. espero que só visual - o que já é demais - e não musical. daí minha implicância com esta juventude de hoje.

2 comentários:

  1. Eita, Arthur! Tá (ou "tamo", porque concordei com praticamente tudo o que você disse) ficando velho, hein????? heheheheheheh Zoeira, cada época é uma época, lembre-se que os conservadores de hoje foram os revolucionários de ontem, não? (Aliás, alguém tem uma frase parecida, e não lembro quem é...)

    Por falar em português correto, gosto desse seu hábito de só usar minúsculas. Maiúsculas são realmente inúteis! Tem algum motivo ideológico ou é só preguiça, mesmo? :=P Precisamos discutir melhor ainda também a Reforma Ortográfica, a qual, creio, deveria ter ido mais longe...

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. vc tem razão. "os conservadores de hoje foram os revolucionários de ontem". utilizando a mesma proporção: os emos de hoje são os...de amanhã.
    escrevo em minúsculas para romper com a hierarquia. escreveo em vermelho porque sou comunista.
    obrigado pelos comentários!

    ResponderExcluir