terça-feira, 28 de setembro de 2010

parede de vidro


a família feliz dentro do mcdonalds tem uma experiência feliz-colorida de sonho e comida artificial. pela fachada de vidro a filhinha do jovem casal bonito vê chegar rastejando uma mulher suja e de aparência envelhecida; roupa em farrapos e crianças de pele escura e suja: uma no colo e mais três pelo chão.
a fachada de vidro do mcdonalds confirma para quem vê de fora, o sonho feliz-colorido artificial produzido pela propaganda. a fachada de vidro do mcdonalds impede o contato com os indesejáveis mas, acidentalmente, constrangeu a família feliz e estragou, por dois ou três minutos, a experiência colorida-maravilhosa mcdonalds.
o jovem casal de pais lamenta que a filhinha, tão alegre, no dia de seu aniversário, tenha sido exposta a uma situação tão triste. eles têm, certamente, responsabilidade social e sensibilidade, "algo precisa ser feito para melhorar a condição dessas pessoas..."
a família feliz dentro do mcdonalds tem certeza de que seu modo de vida nada tem a ver com a infeliz fatalidade da condição das pessoas esfarrapadas e sujas que a fachada de vidro acidentalmente permite ver. "essa condição precisa mudar..."

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

juventude .3

assim que se despede de suas convicções transformadoras, assim que se defronta com a impossibilidade de oferecer resistência à realidade que um dia quis mudar, o estudante de ciências humanas filho da classe média descobre, com alívio, que as coisas são o que são. diante da irracionalidade evidente da luta contra o mundo como ele é - lugar onde só se sobrevive pelo mérito individual e competitividade - descobre que é preciso adequar-se. acontece...mais cedo ou mais tarde. vendido às tendências do mercado, o estudante de ciências humanas filho da classe média justifica sua nova postura pelo argumento irrefutável de que "afinal, é preciso ganhar dinheiro, pôr comida na mesa. obter o próprio sustento", o que, para ele, significa ter carro bonito, playstation 3, t.v. lcd, etc. contra este argumento não é aceitável nenhum contra argumento do pontode vista da ética.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010



"Para o homem privado o interior da residência representa o universo. Nele se reúne o longínquo e o pretérito. O seu salon é um camarote no teatro do mundo." - walter benjamin








sábado, 4 de setembro de 2010

iniciação revolucionária

o militante de movimento estudantil está constantemente constrangido a desperdiçar suas boas ideias e intenções quando entra em contato com a massa de estudantes comuns. o militante de movimento estudantil moderno já aprendeu que, hoje em dia, para atingir seu público alvo é preciso ser agradável, engraçado, despojado na linguagem. a missão de distribuir consciência é realizada com eficiência pela militante bonitinha de movimento estudantil; sorriso de atendente de mcdonalds no rosto e roupa comprada em shopping center. só assim a massa alienada dos estudantes comuns pode possivelmente ser convencida a romper sua inércia vergonhosa de jovem de classe média.
- oi! já participou do abaixo-assinado?
-não. depois eu assino...
-ah... tudo bem. tchau!
a militante bonitinha de movimento estudantil, com sorriso no rosto, responde como quem diz "obrigada. volte sempre!". o estudante alienado da massa de estudantes alienados voltará mais tarde e assinará o abaixo-assinado, sem saber do que se trata.