sexta-feira, 29 de outubro de 2010

cliente mais

a impessoalidade das relações pessoais chega ao seu limite no caixa do supermercado. a atendente cansada e mal paga repete pela milésima vez na mesma noite: "boa noite. cliente mais? cpf na nota?"
a exploração integral das capacidades de seus funcionários pelo grupo pão de açúcar tem a aparência de atendimento diferenciado; o caráter mecânico do trabalho repetido de usar o leitor de código de barras é estendido ao contato da atendente com o cliente mais.
a atendente veste o uniforme pão de açúcar, com os cabelos presos de acordo com o padrão recomendado e a fala presa de acordo com o padrão exigido. a distância que imediatamente há entre o cliente mais e a atendente contratada pelo pão de açúcar, torna-se, graças ao padrão de atendimento, distância entre gente e pedaço de máquina.

2 comentários:

  1. por isso presentea-la com um bombom é sempre bem vindo.........

    ResponderExcluir
  2. http://www.releituras.com/vgiudice_arquivo.asp

    ResponderExcluir