sexta-feira, 1 de abril de 2011

preciso consumir como mercadoria a miséria da mulher muçulmana, para distrair a miséria vivida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário