segunda-feira, 10 de junho de 2013

discórdia, niilismo, neurose, imobilidade, depressão e esquizofrenia



"O futuro dura muito tempo"



"Era como se tivesse chegado ao momento, à idade talvez, em que se sabe muito bem o que se perde a cada hora que passa. Mas ainda não se adquiriu a força e a sabedoria necessárias para se parar de vez na estrada do tempo e além do mais em primeiro lugar se parássemos não saberíamos tampouco o que fazer sem essa loucura de avançar que nos domina e que admiramos desde nossa juventude." - louis-ferdinad céline

Nenhum comentário:

Postar um comentário